Entendendo Resíduos Sólidos: Parte 1

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

06 novembro 2011

ABNT(2004) NBR nº 10.004 e CONMA 05: resíduos sólidos são resíduos nos estados sólidos e semi-sólidos, que resultam de atividades da comunidade, de origem: industrial, doméstica, de serviços de saúde, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Consideram-se também resíduos sólidos os lodos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos, cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpo d’água, ou exijam para isso soluções técnicas e economicamente inviáveis em face à melhor tecnologia disponível.

Classificação segundo o critério de origem e produção:

Doméstico: gerado basicamente em residências;
Comercial: gerado pelo setor comercial e de serviços;
Industrial: gerado por indústrias (classe I, II e III);
Hospitalares: gerado por hospitais, farmácias, clínicas, etc.;
Especial: podas de jardins, entulhos de construções e animais mortos.

Categorias de acordo com a composição química:

Orgânico (Molhado);
Inorgânico (Seco).

Resíduo domiciliar e comercial: proveniente de residências e estabelecimentos comerciais. Diversificado contendo restos de alimentos, produtos deteriorados, embalagens em geral, jornais, revistas, papel higiênico, fraldas descartáveis, pilhas, etc.

Resíduo público: restos de poda de plantas, varrição de áreas públicas, limpeza de praias e galerias pluviais.

Resíduo industrial: resultante de processos industriais, varia de acordo com o tipo de indústria.

Resíduo de Serviços de Saúde: resíduos provenientes de hospitais, clínicas médicas, odontológicas, veterinárias, laboratórios e farmácias.

Resíduo agrícola: resultante das atividades de agricultura e pecuária (embalagens de agrotóxicos, adubos, restos de colheitas, dejetos da criação animal.

Resíduo da Construção Civil (Entulho): restos de reforma e demolição.

De acordo os elementos constituintes:

Facilmente degradáveis (FD): restos de comida, sobras de cozinha, folhas, capim, casca de frutas, animais mortos e excrementos;

Moderadamente degradáveis (MD): papelão, papel, e outros produtos celulósicos;

Dificilmente degradáveis (DD): trapo, couro, pano, madeira, borracha, cabelo, pena de aves, osso, plástico;

Não degradáveis (ND): metal não ferroso, vidro, pedras, cinzas, terra, areia, cerâmica.

Caracterização dos Resíduos Sólidos (para triagem na estação):

Física: natureza do material (plástico, matéria orgânica, etc.).
Química: se há necessidade de incineração.
Biológica: possibilidade de contaminação.

Características físicas dos Resíduos Sólidos:

Composição gravimétrica: traduz o percentual de cada componente em relação ao peso total do lixo.

Peso específico: é o peso dos resíduos em função do volume por eles ocupado, expresso em kg/m³. Sua determinação é fundamental para o dimensionamento de equipamentos e instalações.

Teor de umidade: esta característica tem influência decisiva, principalmente nos processos de tratamento e destinação do lixo. Varia muito em função das estações do ano e da incidência de chuvas.

Compressividade: também conhecida como grau de compactação, indica a redução de volume que uma massa de lixo pode sofrer, quando submetida a uma pressão determinada. A compressividade do lixo situa-se entre 1:3 e 1:4 para uma pressão equivalente a 4 kg/cm2. Tais valores são utilizados para dimensionamento de equipamentos compactadores.

Chorume: substância líquida decorrente da decomposição de material orgânico.


Fonte: Conteúdos retirados das aulas sobre resíduos sólidos.
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲