Fotógrafo clica torres de celular 'vestidas' de árvores na África do Sul.

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

28 março 2013

Dillon Marsh registrou 12 imagens na Cidade do Cabo e arredores.
Solução para poluição visual surgiu em 1996 e se espalhou pelo mundo.

Torre de celular 'vira' árvore para reduzir a poluição 
visual na África do Sul (Foto: Dillon Marsh/Divulgação)

Um fotógrafo sul-africano registrou 12 imagens de torres de celular disfarçadas de árvores na Cidade do Cabo e arredores. Segundo o autor, Dillon Marsh, a série de imagens "Invasive Species" (Espécies Invasoras) explora a relação entre essas estruturas modernas e o meio ambiente.

O projeto fotográfico durou seis meses e foi concluído em 2009, segundo o site da revista americana "Wired". A primeira "palmeira" a surgir da noite para o dia na região foi feita de plásticos não tóxicos e instalada em 1996, num subúrbio da Cidade do Cabo, a segunda maior da África do Sul. Essa foi a solução encontrada pela empresa de comunicação móvel Vodacom para diminuir a poluição visual. Desde então, essas "plantas" se espalharam por todo o país e também pelo mundo.

Marsh acredita que seu trabalho pode servir para as pessoas meditarem sobre as estranhas variações de design entre uma "árvore telefônica" e outra – criadas para se esconderem na paisagem, mas responsáveis por chamar ainda mais a atenção de quem passa. "Vestir" uma torre de celular com folhas de plástico pode custar até R$ 300 mil, quatro vezes o valor de um mastro normal.

Mas Marsh duvida que realmente haja necessidade de uma camuflagem high-tech para essas construções. Segundo ele, mesmo que a intenção seja boa, em muitos casos o resultado parece "desajeitado e pouco convincente", e a maioria das pessoas é atraída pela curiosidade, e não por um sentimento positivo ou negativo. Para ver outros registros da série Espécies Invasoras e novos trabalhos do fotógrafo, visite o site dele.

Torre de celular se camufla em meio a outras árvores 
na Cidade do Cabo (Foto: Dillon Marsh/Divulgação)

Com design diferente, torre se destaca atrás de casa 
na África do Sul (Foto: Dillon Marsh/Divulgação)

Mais uma 'espécie' tenta se esconder, mas atrai 
atenção na Cidade do Cabo (Foto: Dillon Marsh/Divulgação)

Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲