Sema anuncia a suspensão do recebimento de resíduo contaminado de São Paulo.

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

27 novembro 2012


26.11.2012 – O secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, declarou, na manhã desta segunda-feira (26), que ainda hoje a Cetrel-Lumina, empresa do Polo Petroquímico de Camaçari, será notificada da suspensão do recebimento do resíduo tóxico proveniente de São Paulo. O anúncio foi feito, durante audiência com uma comissão formada por deputados estaduais, vereadores e representantes da Prefeitura de Camaçari, em seu gabinete, no CAB.

Acompanhado pela diretora do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Márcia Telles, o secretário anunciou outros encaminhamentos para que toda a situação seja melhor esclarecida. “Entendemos a preocupação de toda comunidade e é importante pontuar que não houve questionamento sobre o funcionamento do incinerador. As dúvidas estão direcionadas ao transporte do resíduo contaminado de outro estado para ser incinerado aqui”, ressaltou Spengler, lembrando que também existe, na Bahia, a geração de resíduos tóxicos que precisam e são tratados.

Durante o encontro, Spengler anunciou também que irá realizar reuniões entre as equipes técnicas do Inema, da Cetesb, órgão ambiental de São Paulo, e do Ibama para verificar em que condições foi autorizada a remoção deste material, em Cubatão. “Como o percurso da carga contaminada, até aqui, atravessa mais de um estado, o órgão ambiental federal também é responsável pela autorização do transporte”, explicou. A Sema também solicitará à empresa Cetrel-Lumina, localizada no Pólo Petroquímico de Camaçari, explicações mais precisas sobre o material, tais como a quantidade, local de armazenamento e processo de incineração.

A deputada estadual Luiza Maia (PT) elogiou os esclarecimentos e os encaminhamentos anunciados nesta manhã pelo secretário Spengler. “Mesmo com a qualificação da Cetrel-Lumina para a realização da incineração, em princípio, não aceitamos a transferência deste material para a Bahia. Quem produz seu resíduo, deve dar também destino a ele”.

Fonte: Ascom Sema

(71)3115-3836 / (71) 3114-6289
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲