Blog Sou Ecológico - Curso a Distância de Educação Ambiental pelo SENAI - Parte 4

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

15 outubro 2012


Olá mais uma vez pessoal, ontem damos início ao Curso a Distância de Educação Ambiental pelo SENAI que realizei e hoje vamos dar continuidade aos assuntos e falaremos sobre A Questão Demográfica e outros aspectos que também compromete o Desequilíbrio Ecológico, os Hábitos de Consumo e suas Consequências e depois entraremos na questão da Conservação Ambiental.

A QUESTÃO DEMOGRÁFICA


A questão demográfica é outro aspecto que compromete o desequilíbrio ecológico. Devido aos índices atuais de degradação em um mundo de 6 bilhões de habitantes, as perspectivas de proteção ao meio ambiente com uma população de aproximadamente 10 bilhões, em um período correspondente a pouco mais de uma geração, não são nada animadoras.

A produção de alimentos não é suficiente para suprir a demanda da população mundial e, na agricultura, a erosão do solo está destruindo as plantações na maioria das regiões agrícolas mais importantes do mundo. Além disso, o manejo inadequado dos projetos de irrigação existentes está afetando de forma negativa as reservas de lençóis de água, causando também problemas de empobrecimento do solo.

Hábitos de Consumo


Os hábitos de consumo em excesso podem ser denominados também de “consumismo”. É a expansão da cultura do “ter” em detrimento da cultura do “ser”. O consumo invade diversas esferas da vida social, econômica, cultural e política. Neste processo, os serviços públicos, as relações sociais, a natureza, o tempo e o próprio corpo humano se transformam em mercadorias. Os indivíduos passam a ser reconhecidos, avaliados e julgados por aquilo que consomem, vestem ou calçam, pelo carro e pelo telefone celular que exibem em público.

A abundância dos bens de consumo, continuamente produzidos pelo sistema industrial, é considerada, frequentemente, um símbolo do sucesso das economias capitalistas modernas. No entanto, esta abundância passou a receber uma conotação negativa, sendo objeto de críticas que consideram o consumismo um dos principais problemas das sociedades industriais modernas, ocasionando sérios desequilíbrios ecológicos.

Hábitos de Consumo

Consequências dos Hábitos de Consumo

A partir do crescimento do movimento ambientalista surgem novos argumentos contra os hábitos consumistas, deixando evidente que o padrão de consumo das sociedades ocidentais modernas, além de ser socialmente injusto, é ambientalmente insustentável.
A crise ambiental mostrou que não é possível a incorporação de todos no universo de consumo em função da grande maioria dos recursos naturais não serem renováveis. O ambiente natural está sofrendo uma exploração excessiva que ameaça a estabilidade dos seus sistemas de sustentação, causando:

  • Exaustão de recursos naturais renováveis e não renováveis;
  • Desfiguração do solo;
  • Perda de florestas;
  • Poluição da água e do ar;
  • Perda de biodiversidade;
  • Mudanças climáticas e etc.

Diante disso, a partir da percepção de que os atuais padrões de consumo estão nas raízes da crise ambiental, a crítica ao consumismo passou a ser vista como uma contribuição para a construção de uma sociedade mais sustentável. Mas como o consumo faz parte do relacionamento entre as pessoas e promove a sua integração nos grupos sociais, a mudança nos seus padrões torna-se muito difícil. Por isso, este tema vem fazendo parte de programas de educação ambiental.

Diante do conteúdo visto nesta aula, você deve ter percebido que as causas do desequilíbrio ecológico estão diretamente ligadas ao aumento da produção industrial. Esse aumento de produção é ocasionado, principalmente, pelo aumento populacional e seu consequente aumento no consumo. E você? Como avalia suas atitudes em relação ao consumo? Pense nisso!

Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲