Resíduos Eletroeletrônicos: Efeitos dos metais pesados - Parte 2

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

14 março 2012

Efeito das substâncias químicas dos Resíduos Eletroeletrônicos nos seres humanos.

Cádmio-CD - A meia-vida do cádmio em seres humanos é de 20 a 30 anos, ele se acumula principalmente nos rins, no fígado e nos ossos, podendo levar às disfunções renais e osteoporose.

Chumbo - Pb  O contato humano com esse metal pode levar a distúrbios de praticamente todas as partes do organismo (sistema nervoso central, sangue e rins culminando com a morte).

Mercúrio-Hg - O mercúrio é facilmente absorvido pelas vias respiratórias quando está sob a forma de vapor ou em poeira em suspensão e também é absorvido pela pele. A ingestão ocasional do mercúrio metálico na forma líquida não é considerada grave, porém quando inalado sob a forma de vapores aquecidos é muito perigoso.

Níquel-Ni - A exposição excessiva ao Ni causa irritação nos pulmões, bronquite crônica, reações alérgicas, ataques asmáticos e problema no fígado e no sangue.

Zinco – Zn - Produz secura na garganta, tosse, fraqueza, dor generalizada, arrepios, febre, náusea e vômito.

Fonte: Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (ABINEE)

Esses são apenas alguns dos metais encontrados nos diversos eletroeletrônicos, principalmente nos computadores. Como pôde ser visto acima, os metais presentes nos diversos aparelhos eletroeletrônicos, principalmente em computadores, são extremamente nocivos aos seres humanos, sendo assim, é necessário que as empresas possuam um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, para que haja o manejo adequado destes resíduos, como também disponibilizem os EPI para a proteção dos funcionários.

Os equipamentos eletroeletrônicos já citados no início desde capítulo normalmente são compostos por diversos materiais que podem ou não ser recicláveis e causar ou não danos ao meio ambiente e à saúde da população. Levando em consideração a norma NBR 10.004/04, estes resíduos podem ser classificados como Resíduos de Classe I – Perigosos, pois apresentam riscos á saúde da população e ao meio ambiente e Resíduos de Classe II – Não Perigosos, pois, muitos destes resíduos se não forem ser recicláveis e reaproveitáveis são considerados como sucatas de metais ferrosos, não ferrosos e resíduos de plásticos polimerizados. Esta é apenas uma pequena classificação dos resíduos eletroeletrônicos, pois a NBR 10.004/04 não possui maiores detalhes sobre estes resíduos e para uma melhor classificação é necessários conhecer cada substância contidas em cada resíduo.

Assista agora ao vídeo: A História dos Eletrônicos. Este vídeo é muito interessante e mostra além do que eu mostrei aqui no texto, preste bastante atenção a todos os detalhes.


Caro leitor do Sou Eco, este é apenas uma parte do Plano de Gerenciamento de Resíduos Eletroeletrônicos Simplificado no qual elaborei para uma empresa do segmento de informática na cidade do Salvador-BA, visando o destino adequado dos resíduos eletroeletrônicos que a empresa gera diariamente. O objetivo dessa postagem é que todos que usam os aparelhos eletroeletrônicos possam conhecer o quanto são nocivos para os seres humanos e prejudiciais ao meio ambiente se destinados inadequadamente. Sendo assim, não joguem seus eletroeletrônicos em qualquer lugar, ao invés disso, procure uma empresa ou ONG que possa coletar os seus resíduos e contribua para uma cidade mais limpa e um mundo ainda melhor.

Se você é uma empresa e também precisa elaborar um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos ou Eletrônicos, entre em contato comigo através do e-mail: tecnico.gestor.ambiental@gmail.com. Sou um profissional com experiência em gestão de resíduos sólidos e com registro profissional. Além do PGRS, também disponibilizo outros serviços como: elaboração e implementação de projetos ambientais, educação ambiental e coleta seletiva, reciclagem, dentre outros.
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲