Últimas notícias da Mulher acusada de matar 30 cães e gatos em São Paulo.

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

14 janeiro 2012

Por O Globo com Bom Dia S. Paulo | Agência O Globo – sex, 13 de jan de 2012

SÃO PAULO - Uma mulher foi detida na madrugada desta sexta-feira na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, acusada de maus-tratos, crueldade contra animais domésticos e crime ambiental. Ela é acusada de recolher das ruas e matar mais de 30 cães e gatos. Os animais mortos foram encontrados em sacos plásticos, na frente da casa de Dalva Lima da Silva, de 43 anos. Na garagem, havia diversas gaiolas para transportes de animais.

Um grupo de protetores de animais desconfiou da mulher porque ela adotava um grande número de gatos e cachorros, e contratou um detetive particular para investigar o que ela fazia com os bichos. O detetive acompanhou a rotina de Dalva durante 20 dias. Na noite desta quinta, ele viu a mulher jogando os animais mortos no lixo e chamou a polícia.

Um detetive acompanhou a rotina de mulher durante 20 dias. (Foto: Agência Estado)

Ela foi detida pela PM, mas não ficou presa. O assunto já repercute no twitter na manhã desta sexta-feira. À Rede Globo, o detetive Edson Criado disse que ficou chocado com o que viu. Rodrigo Carneiro, advogado de Ong de proteção animal, afirmou que a desconfiança surgiu porque ela recolhia os gatos e cachorros e ninguém sabia qual era o destino deles.

No carro dela foram encontradas caixas de sedativos. Segundo a PM, ela falou que usava os remédios para sedar os animais, para que eles não sentissem dor. O advogado da mulher disse à polícia que ela adotava os animais para cuidar, mas que alguns acabavam morrendo. Ele falou também que outros eram sacrificados para evitar sofrimento.


Suspeita de matar mais de 30 gatos e cachorros é solta em SP
Sexta-feira: 13/01/2012 - 12h13 - Atualizado às 19h04. (RECENTE)

A mulher de 42 anos que havia sido detida na noite de ontem (12) sob suspeita de matar 33 gatos e cachorros na região da Vila Mariana, na zona sul de São Paulo, foi solta na manhã de hoje. De acordo com a polícia, o crime é considerado de menor potencial ofensivo.


Segundo o delegado Wilson Correia Silva, do DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania), a suspeita Dalva Lina da Silva prestou depoimento e afirmou que cinco animais que ela tomava conta morreram de causas naturais, mas afirmou que não tinha conhecimento dos demais.

A polícia instaurou um inquérito policial. Os animais estavam enrolados em jornais, dentro de sacos de lixo, na rua Mantiqueira.

De acordo com a ONG Adote um Gatinho, grupos de proteção aos animais desconfiavam há anos da mulher, que recebia doações de animais de rua e sumia com os gatos e cachorros que recebia.

Para confirmar as suspeitas, um detetive particular foi contratado há cerca de 20 dias. Ontem (12), ele flagrou a mulher colocando os sacos com os animais próximo ao portão da vizinha, por volta das 23h.


Cerca de 30 gatos e cachorros são encontrados mortos dentro de sacos de lixo na zona sul de SP

O detetive avisou os protetores de animais, que acionaram a Polícia Militar.

No boletim de ocorrência registrado no DPPC, consta que 33 corpos de animais foram encontrados. Eles foram encaminhados para um laboratório particular contratado pelos protetores, para elaboração de laudo com as causas das mortes.

Os policiais também encontraram seringas no carro de SIlva, gaiolas para transporte de animais e armadilhas na garagem da casa.

Segundo a polícia, em seu depoimento a mulher afirmou que recebia animais doentes de várias instituições e que tentava tratá-los. Nos que não resistiam eram aplicados anestésicos, segundo ela, para que não sofressem. Viúva e vivendo apenas com a pensão, ela disse que sempre ligava pedindo ajuda para entidades de proteção aos animais, mas nunca obteve.

Representantes da ONG e o advogado da suspeita acompanharam uma inspeção pela casa dela nesta manhã, que encontrou oito gatos e um cão, vivos. Os animais foram entregues à ONG e encaminhados para adoção.

Fonte: Folha Uol

Assistam ao vídeo da Band


Fonte: Videos Band
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲