Aula sobre Solo (Perfil, Camadas e Formação do Solo) - Parte 2

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

06 dezembro 2011

Continuação da Parte 1

Características do Solo

Cor
A variação é muito grande nos tons de marrom, podendo chegar até preto, vermelho, amarelo, acinzentado. Essa variação irá depender do material de origem como também de sua posição na paisagem, conteúdo de matéria orgânica, e mineralogia, dentre outros fatores.

Ex: quanto maior a quantidade de matéria orgânica, mais escura é a cor do solo, o que pode indicar fertilidade ou apenas condições desfavoráveis à decomposição da mesma.

As cores com tonalidades avermelhadas ou amareladas estão associadas aos diferentes tipos de óxidos de ferro existentes no solo. Quando a quantidade destes óxidos é grande, os solos apresentam-se vermelhos, como por exemplo, a terra roxa. Já os solos com elevada quantidade de quartzo na fração mineral apresentam coloração clara.

Em solos com baixa capacidade de drenagem, isto é, com excesso de água, a cor é acinzentada. Isto, porque os óxidos de ferro são lavados para o lençol freático, o que torna o solo mais claro. A cor branca a acinzentada é conseqüência da presença de minerais silicatados existentes na fração argila do solo.

Textura
É o tamanho relativo das diferentes partículas que compõem o solo, sendo que a prática de sua quantificação é chamada granulometria. As partículas menores que 2 mm de diâmetro (areia, silte e argila), são as de maior importância, pois muitas das propriedades físicas e químicas da porção mineral do solo dependem das mesmas. Assim, usualmente se consideram apenas as três frações menores para caracterizar a textura.

Argila: partícula com diâmetro inferior a 0,005 mm Silte: partícula com diâmetro entre 0,005mm e 0,05mm;
Areia fina: partícula com diâmetro entre 0,05mm e 0,42mm;
Areia média: partícula com diâmetro entre 0,42mm e 2,0mm;
Areia grossa: partícula com diâmetro entre 2,0mm e 4,8mm;
Pedregulho: partícula com diâmetro entre 4,8 e 76 mm.

Consistência
A consistência está relacionada com a influência que as forças de coesão e de adesão exercem sobre os constituintes do solo, de acordo com suas variáveis estados de umidade. Assim, um solo pode ser muito duro quando está seco, e pegajoso quando está molhado.

Porosidade
Refere-se à porção de espaços ocupados pelos líquidos e gases em relação ao espaço ocupado pela massa de solo (relação entre volume de vazios e volume total de uma amostra de solo). Divide-se em micro e macro porosidade, sendo que esta variação deve-se à forma e ao imbricamento dos grãos (como estes se encaixam).

A porosidade está diretamente relacionada com a circulação de água no solo, isto é, as redes de poros podem estar conectadas permitindo a circulação de água, ou podem estar também isolados, o que permite que a água fique em seu interior, mas não circule.

Permeabilidade
É a maior ou menor facilidade com que a percolação da água ocorre através de um solo. A permeabilidade é influenciada pelo tamanho e arranjo das partículas, e pela sua porosidade. Ainda, deve-se ressaltar a importância da viscosidade e temperatura da água.

Conclusão
Diante do exposto, é possível considerar que o solo é um material poroso, composto pelas fases sólida, líquida e gasosa, e que se origina pela intemperização física e química das rochas situadas em determinado relevo e sujeitas à ação do clima e dos organismos vivos.

Referências:

GEOMUNDO – Solos. Disponível em: http://www.geomundo.com.br/meio-ambiente-40129.htm. Acesso em: 06 dez. 2011.

PROGRAMA EDUCAR – Formação dos Solos. Disponível em: http://educar.sc.usp.br/biologia/prociencias/solos.html. Acesso em: 06 dez. 2011.

PROGRAMA EDUCAR – Recursos Naturais. Disponível em: http://educar.sc.usp.br/biologia/prociencias/solos.html. Acesso em: 06 dez. 2011.
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲