Mensagem: Nasci para voar e não ficar preso.

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

23 abril 2013


Olá, o meu nome é passarinho! Eu passei um longo tempo dentro dessa casquinha até chegar o momento certo de eu nascer, me sentir tão preso durante todo esse tempo e é por isso que quando chegou o momento eu quero sair dela logo e me sentir livre para voar, pois fui criado para voar e não ficar preso.

Eu quero crescer, me tornar um passarinho forte, saudável, bonitão, encontrar uma namorada bonitona também, ter filhotes com ela, passar o dia inteiro cuidando e brincando com eles; e voar pelo o mundo todo com a minha família. Pois é, eu tenho muitos sonhos e esperei muito tempo até sair daquela casquinha para poder realizá-los.

Mas sabe de uma coisa, nada disso é mais possível. Pelo menos não a grande parte e a mais importante desse meu sonho. Vou contar o por que. Um belo dia de sol eu sair para dar uma volta e sentir aquele vento delicioso soprando, aquele perfume das flores e quem sabe encontrar minha gata também. Mas daí, durante o meu voo avistei de longe uma espécie de casinha ou algo parecido e nela tinha água e comida; até parece que prepararam para mim e como eu estava morrendo de fome não resistir e fui até lá.

Foi quando tudo começou! Assim que entrei nessa casinha ela se fechou e fiquei preso, tentei voar, tentei sair, mas era tão apertado que mal conseguia bater as minhas asas, então comecei a me debater para um lado e para o outro, comecei a gritar por socorro e comecei a chorar, porque algo me dizia que naquele exato momento todos os meus sonhos estavam morrendo. Eu não teria mais um amor e com ela filhotes e nem iria mais passar o resto da minha vida com eles voando o mundo inteiro.

Depois de alguns minutos eu ouvir um barulho de alguma coisa se aproximando de mim, até me preparei para lutar se caso fosse preciso e foi, mas não ganhei a briga. O que se aproximava de mim era um ser estranho que nem asas tinha para voar, tinha uma espécie de coisa que fazia ele se movimentar para todos os lados. Pois bem, ele se aproximou dessa casinha e com uma coisa contendo 5 galhos me pegou com força que quase quebrou as minhas asas, até parece que ele queria fazer isso. Mas ele fez pior. Ele tinha algo na outra mão com dois galhos e colocou a minhas asas entre eles e de repente CHAP. Nossa nunca tinha sentido uma dor como essa na minha vida antes, eu gritei com todas as forças que ainda me restavam para ver se alguém me salvava daquele monstro, mas ninguém me ouviu.

Bom! Hoje escrevo essa carta contando a minha história porque passo um longo e eterno tempo preso em uma casinha maior. Não tenho como voar para longe porque ela é pequena, mas até me acostumei com ela. O ruim é que ela é muito suja, a água está com um gosto ruim e a comida é horrível. Ainda tenho a esperança de um dia encontrar um amor, com ela ter os nossos filhotes e podermos voar juntos pelo o mundo inteiro. Eu nasci para voar, mas não voo e quem não nasceu para voar voa.

Mensagem escrita por: Franklin Oliveira
Data: 23-04-2013


Créditos do vídeo: Canal YouTube - VideosARF
Texto: Este ovo foi encontrado no jardim da casa de um rapaz 
e colocado na incubadora até este grande momento.
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲