Limpurb alerta sobre o descarte irregular na via pública.

中文   Français   Deutsch   Italiano   日本   English   Россию   Español

04 dezembro 2012

03/12/2012 10:11

Conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n 12.305/2010), o poder público municipal só tem a responsabilidade de recolher volume de até 2m³ de resíduos sólidos. Acima dessa quantidade, a coleta e o destino final são de responsabilidade do gerador e não da Prefeitura.  Portanto, quem deseja fazer reformas em suas residências ou trocar os móveis deve contratar empresas particulares habilitadas para executar esses serviços e evitar o descarte irregular na via pública.

Mas rotineiramente não é assim que acontece na cidade, pois só na última sexta-feira (30), a Limpurb  recolheu, na comunidade de Bate Estaca, localizado no bairro do Uruguai, 220 toneladas  de resíduos sólidos, dentre eles sofás, armários, camas, colchões, vasos sanitários e resíduos oriundos da construção civil.

A Prefeitura disponibiliza dois pontos para descarte desses resíduos, no Vale da Muriçoca e no Itaigara e está em fase de análise projeto para criação de outras áreas na cidade. A presidente da Limpurb, Ângela Lisboa, convoca a população para uma atuação mais participativa, "denunciando placas de veículos e o endereço dos moradores que fazem o descarte irregular pelo telefone 3186-5000. A identidade do denunciante será preservada".

Fonte: SECOM
Compartilhe:

Receba as notícias por e-mail!

Siga o Sou Eco nas redes sociais!

»Não deixe de ler:

Franklin Oliveira

Técnico em Meio Ambiente, Gestor Ambiental, Consultor Ambiental Autônomo, Auditor Interno de Sistema de Gestão Integrado nas normas ISO 9001:2008, ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, atua na elaboração, implementação e acompanhamento de projetos e programas ambientais voltados à sustentabilidade, educação ambiental, impactos ambientais, gestão de riscos ambientais e gerenciamento de resíduos sólidos.

E-mail Canal no You Tube

Sou Ecológico - Muito Mais Eco
▲